Catalina y Sebastián

Em 1999, Silvia Navarro volta para a televisão com uma nova produção de Antulio Jiménez Pons, do lado de Sergio Basañez, Silvia protagoniza “Catalina y Sebastián“.

Catalina Negrete é a filha mais velha de uma importante família, que fica na ruína e Adela, sua mãe, uma mulher ambiciosa e interesseira obriga sua filha a se casar com Sebastián Mendoza, um jovem com uma forte quantia de dinheiro. Catalina ama seu namorado, Eduardo, porém, ele só estava com ela por interesse e quando se dá conta da situação financeira de sua família, a abandona para procurar outra mulher rica.

Catalina não encontra outra solução e se vê obrigada a se casar com Sebastián. Mas, ela e sua família levam uma grande surpresa ao descobrir que a fazenda onde vive Sebastián, não é de sua propriedade e que ele só trabalha como capataz na fazenda. Sebastián inventou que era rico para a família de Catalina somente para descobrir se ela estava se casando com ele por interesse.

Quando descobre que suas suspeitas eram certas, se enfurece e nega o divorcio a sua esposa, obrigando-a a viver com ele em uma cabana para que sinta de verdade o que é ser pobre.

Mas, devido a convivência Catalina se apaixona de verdade por Sebastián, e o mesmo acontece com ele. Finalmente Sebastián confessa a verdade: ele é o dono da fazenda Mendoza, só se fez passar por capataz para saber se o amor de Catalina era sincero. Para isso, trocou de papel com o verdadeiro capataz, Carmelo. Mas quando Sebastián exige ao capataz que lhe devolva sua vida de antes, Carmelo não está disposto a abandonar tão facilmente a vida de luxos que desfrutou até agora, e então o chantageia, dizendo-lhe que só irá devolver sua vida e suas terras se Catalina aceitar se casar com ele. No final, é descoberto que o verdadeiro filho da senhora Antonieta é Sebastián.